29 de setembro de 2014

DIRETO AO PONTO! Vereador Nicolau do povo em ação




O vereador Nicolau do Povo, na sessão do dia 23.09 (terça), o vereador  se pronuncia questionando o ordenamento de trânsito no centro comercial de Santarém. Segundo o vereador, existem ruas que deveriam ser proibido o estacionamento de motocicletas e veículos, pois impedem o livre tráfego no local. Citou, na ocasião, o exemplo da rua Padre João, onde é permitido estacionamento, e, por isso, possui, em alguns horários, um tráfego tumultuado.


Finaliza solicitando um estudo da equipe de engenheira da secretaria de mobilidade e trânsito no intuito de verificar a situação no locais críticos. O vereador desde que assumiu uma cadeira no legislativo tem demonstrado empenho e sempre tem lutado para defender os interesses do povo de Santarém e região.

Fonte: Elias Junior Noticias  / ASCOM vereador Nicolau do Povo


Durante as sessões deste segundo semestre, o vereador Nicolau do Povo vem questionando as ações do governo do Estado dentro do município de Santarém, como as relacionadas ao abastecimento de água. Disse que há dias a cidade está sem água nas torneiras, embora o governo do Estado tenha apresentado recursos para acabar com esse problema. “São obras eleitoreiras para tentar enganar a população”, lamentou.

Pediu que a população faça uma reflexão nessas eleições.

Outro problema bastante pontuado pelo vereador foi a questão da energia, precisamente sobre o aumento na tarifa, que fez com que o povo ficasse sem reação. Afirma que a única alternativa encontrada pela população foi apelar para os vereadores. Sobre este último caso, Nicolau do povo exigiu informações da ANEEL e da direção da CELPA, via documentação oficial. O vereador completou seu discurso indicando que devido aos desmandos da empresa, a concessão deveria ser revista pelo congresso nacional em parceria com a Assembleia legislativa do estado.


Nicolau do Povo é vereador pelo Partido Progressista (PP), membro da mesa diretora da Câmara Municipal de Santarém e membro da comissão de saúde da câmara.



Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE