24 de setembro de 2014

Policia Civil de Itaituba realiza operação " Ciclone"




Com o objetivo de combater o tráfico de drogas no município de Itaituba, a Polícia Civil deflagou a operação Ciclone na manhã de hoje, dia 24. A ação coordenada pelo Superintendente do Tapajós Jardel Luís Castro Guimarães e pelo Diretor da Seccional José Dias Bezerra envolveu 35 policiais entre delegados, investigadores e escrivães, todos da região do Tapajós. Para que a operação fosse realizada com sucesso, foram disponibilizadas sete viaturas da polícia que se deslocaram ao mesmo tempo, por volta das 6 horas da manhã, para os bairros Vitória Régia, Piracanã, Santo Antônio e Centro, com o intuito de cumprir 10 mandados de prisão e de busca e apreensão. 


Ainda amanhecia o dia quando a polícia adentrou nas residências para prender os criminosos e cumprir os mandados de busca e apreensão. A empreitada, que envolveu policiais civis de várias localidades, conseguiu prender cinco pessoas que tinham mandado de prisão temporária expedidos pelo juiz criminal da comarca de Itaituba, Sidney Pomar Falcão. Entre os presos estavam: Fabiana dos Santos, 30 anos; Edson Reis, 48; Jafren da Silva Almeida, 27; Romário Vieira Alves, 23 e Ronaldo Vieira de Jesus Moura, 35, vulgo bombado, ambos já respondem por crime de tráfico de drogas. Outras cinco pessoas estão foragidas. 

Durante a ação a Polícia apreendeu R$ 10 mil em dinheiro, 9 televisores, 3 motos, 2 carros, aparelhos celulares e diversos aparelhos eletroeletrônicos, como notebook e celular que ficarão apreendidos e que serão usados para deflagrar outras investigações de combate ao tráfico de drogas. 

Segundo o diretor da Seccional, José Bezerra, a operação foi executada com sucesso e outas diligências para prender os cinco foragidos, que estão com os mandados de prisão expedidos, serão tomadas em breve. O delegado esclarece também que as investigações já aconteciam há mais de cinco meses e envolvia uma ação conjunta com o Nip (Núcleo de Inteligência Policial), de Belém, que realizou as interceptações telefônicas utilizadas na investigação. O Superintendente Jardel Guimarães explicou que as investigações ocorreram através de gravações obtidas dentro da casa penal, onde alguns presidiários comandavam o tráfico do lado de fora e compravam drogas para serem consumidas dentro do presídio. “Por meio das interceptações telefônicas foi possível descobrir as pessoas que vendiam drogas fora da cadeia e quem comandava o tráfico de dentro do presídio”, esclarece o delegado Jardel. 

As investigações também contavam com pesquisa de campo e com informações repassadas à polícia de maneira sigilosa. Nesses cinco meses em que aconteceu as diligências, 10 pontos de boca de fumo localizados na zona urbana de Itaituba foram monitorados diariamente para descobrir os envolvidos no tráfico. 


De acordo com o Delegado Jardel, os presos serão encaminhados ainda hoje para a cadeia pública de Itaituba. As investigações no combate à criminalidade continuam seguindo diretrizes do Delegado Geral: Rilmar Firmino de Sousa e do Diretor de Polícia do Interior: João Bosco Rodrigues.
 


 





Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS/ Policia Civil 

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE