28 de outubro de 2014

Fordlândia a "Princesinha do tapajós comemora 86 anos de existência

 Prefeito e autoridades 


Moradores da cidade de Fordlândia estão em festa neste dia 28 de Outubro, a cidade que foi intitulada através da musica de um filho da terra como "A princesinha do Tapajós" esta completando nesta data especial nada mais mana menos do que 66 anos de existência.


Fordlândia foi o nome dado a uma vasta área de terra adquirida pelo empresário norte-americano Henry Ford, através de sua empresa Companhia Ford Industrial do Brasil, por concessão do Estado do Pará, por iniciativa do governador Dionísio Bentes e aprovada pela Assembleia Legislativa, em 30 de setembro de 1927. A área de 14.568 km² fica localizada no município deAveiro, no estado do Pará, às margens do Rio Tapajós

 Apresentação de alunos das duas escolas de Fordlândia 


As informações sobre a data de fundação se contradizem nos registros referente a história das Plantações Ford. Segundo o livro "Belterra, a sua História", de Oti Santos, no dia 28 de Julho de 1928 a "vila de Fordlândia, com toda sua bela estrutura urbana e sediando a CFIB no vale do Tapajós foi dada como inaugurada, no local antes denominado Boa Vista". No periódico "Fordlandia and Belterra: Rubber Plantations on the Tapajos River" publicado em 1942, o pesquisador Joseph Russell descreve várias datas sobre a posse das terras pelos homens da Ford. Por fim, no livro "Fordlândia", Greg Grandin fala sobre um momento em que o "legislativo paraense ratifica a concessão de Ford no Tapajós" em Outubro de 1927.

Nesta manhã de Terça Feira (28) a população de Fordlândia se reuniu juntamente com o prefeito de Aveiro Olinaldo Barbosa (Fuzica) que estava acompanhado da sua esposa a primeira dama do município, e também o chefe de gabinete da prefeitura de Aveiro e secretária de educação  e alguns integrantes da defesa civil do município. 

Na ocasião o prefeito disse que Aveiro estava passando por momentos de muita turbulência, ele pediu união de todos em prol de todos aveirenses e que os politiqueiros deixasse as brigas politicas de lado no intuito de que todos falassem a mesma língua para com isso tentar uma reviravolta para o crescimento e desenvolvimento do município.  Na ocasião Fuzica inaugurou e entregou para a população o Clube de Mães, local de grande significado importância para a população fordlândense, predio que estava abandonado e caindo aos pedaços e que nunca foi visto como de importância para os prefeitos que ali se passaram pois nunca nenhum teve a decência de recuperar, só agora no atual governo foi visto e recuperado. 



Com o falecimento de Henry Ford, seu neto Henry Ford II assumiu o comando da empresa nos Estados Unidos e decidiu encerrar o projeto de plantação de seringueiras no Brasil. Através do Decreto número 8.440 de 24 de dezembro de 1945, o Governo Federal brasileiro definiu as condições de compra do acervo da Companhia Ford Industrial do Brasil: a Ford foi indenizada em aproximadamente US$ 250.000, e o governo brasileiro assumiu as obrigações trabalhistas dos trabalhadores remanescentes, além de receber seis escolas (quatro em Belterra e duas em Fordlândia); dois hospitais; estações de captação, tratamento e distribuição de água nas duas cidades; usinas de força; mais de 70 quilômetros de estradas; dois portos fluviais; estação de rádio e telefonia; duas mil casas para trabalhadores; trinta galpões; centros de análise de doenças e autópsias; duas unidades de beneficiamento de látex; vilas de casas para a administração; departamento de pesquisa e análise de solo; plantação de 1.900.000 seringueiras em Fordlândia e 3.200.000 em Belterra 2 .



Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS 

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE