31 de dezembro de 2014

Em entrevista concedida ao Jornal O impacto "Chapadinha" fala sobre inicio de seu mandato


Chapadinha montou equipe que vai trabalhar em Brasília pelo desenvolvimento da região

Em entrevista à nossa reportagem, o Deputado Federal eleito Francisco Aguiar, mais conhecido como Chapadinha, relata sobre as dificuldades aqui em Santarém e na região Oeste, que são muitas. Uma trajetória de sucesso no ramo empresarial de Santarém, assim podemos definir a carreira comercial de Francisco Aguiar, que nasceu no Estado do Piauí, no ano de 1956 e, após completar um ano de idade, seus pais se mudaram para a cidade de Chapadinha, no estado do Maranhão, onde morou até os 18 anos de idade. De lá, Chapadinha veio para Santarém, no Pará, onde começou sua brilhante trajetória, como empresário do ramo comercial. Vendo que podia fazer muito mais por Santarém, Chapadinha entrou para a área política e conseguiu se eleger Deputado Federal nas eleições do último mês de outubro. Na entrevista ele fala de seu plano de trabalho para Santarém, região Oeste e para todo o estado do Pará. Veja a entrevista na íntegra:

Jornal O Impacto: Quais as prioridades assim que assumir sua cadeira em Brasília?

Chapadinha: As pessoas às vezes perguntam qual será a minha primeira prioridade, eu diria que depois que estiver lá em Brasília é que veremos as necessidades que teremos que resolver com urgência. Já visitei a maioria dos órgãos de Brasília, entre eles, o Ministério da Saúde, Ministério da educação, Minas e Energia, DNIT e outros. Em todos esses órgãos deixamos nossa mensagem relacionada à nossa região.

Jornal O Impacto: Além de Brasília, o senhor já esteve em visita a locais?

Chapadinha: Sim! Para vermos as necessidades da região da Calha Norte, visitamos os municípios de Óbidos e Oriximiná. A cobrança é imensa em cima da gente na questão do repasse da energia elétrica. Nós passamos essa situação ao Secretário, que disse que virá aqui em Santarém para conversar e encontrar uma solução para o problema. Ele alegou que a Celpa está em situação difícil, porém, irá tomar todas as medidas cabíveis para contornar a situação.

Jornal O Impacto: O senhor irá defender a emancipação da região e será a favor do Estado do Tapajós?

Chapadinha: O projeto do Estado do Tapajós irá continuar. Inclusive já mantive contato com o Vice-Governador que é de Santarém, e nós juntos vamos trabalhar em prol do Estado do Tapajós. Também falei com o deputado federal Lira Maia, que já nos prometeu entregar toda a documentação que estava em andamento sobre a situação de nossa emancipação, para continuarmos o trabalho. Isso só será possível através de parcerias, porque sozinho não vamos a lugar nenhum. Mas vamos dar continuidade daquilo que já foi feito e em busca de melhores maneiras, para que um dia, que isso seja breve, possamos ter o tão sonhado Estado do Tapajós.

Jornal O Impacto: O deputado Chapadinha já teve algum encontro com o governador Simão Jatene, para falar sobre a região Oeste do Pará?

Chapadinha: Eu estive com o Governador Simão Jatene, mas não foi possível falar da situação de nossa região. Confesso para vocês, que a partir de janeiro de 2015 vamos estar juntos. Tive uma boa conversa com Simão Jatene, porém, não conversamos sobre a região. Deixei para a próxima oportunidade, mas com certeza no dia 5 de Janeiro estaremos juntos e iremos trazer a resposta para o povo de Santarém, região Oeste e para todo o estado do Pará.

Jornal O Impacto: É verdade que o Governador vai criar Centros Integrados em várias regiões do Estado?

Chapadinha: É uma promessa do governador Simão Jatene fazer uma reforma administrativa e criar Centros Integrados nas regiões pólos, para aproximar mais o Governo do Estados a esses Municípios. Confesso que ainda não estou muito consciente nessa questão, mas vamos ter todas as informações, vamos estar juntos, e iremos ver isso acontecer na nossa região.

Jornal O Impacto: Deputado, o senhor já montou sua equipe para trabalhar em Brasília?

Chapadinha: Terminei de montar minha equipe em Brasília. Acho que é uma das melhores equipes, inclusive estou sendo elogiado pelas pessoas que eu coloquei. Peguei o chefe de gabinete do deputado Lira Maia, porque já tem um conhecimento muito grande nas coisas daqui do Estado do Tapajós e da Região; coloquei uma moça que trabalha no Sul do Pará e outra pessoa que tem 32 anos de Congresso. Procurei colocar as melhores pessoas para que possam me ajudar a trazer o desenvolvimento para nossa região.

Jornal O impacto: Conte um pouco de sua história.

Eu nasci em 24 de agosto de 1956, na cidade de Batalha, no estado do Piauí. Saí de lá com um ano de idade. Meus pais foram para o Maranhão, para uma cidade chamada Chapadinha, local onde fixamos residência e foi quando comecei a minha vida. Com 12 anos eu comecei uma criação de bode. Dessa criação de bode, eu entrei para outra atividade, no ramo de cereais no Mercado Municipal de Chapadinha. Vim para Santarém no dia 06 de julho de 1977, aos 18 anos, em um avião da empresa Cruzeiro do Sul, que na época pousou no antigo aeroporto, onde hoje fica a Prefeitura Municipal. Chegando a Santarém trabalhei cerca de seis meses na Rua Senador Lameira Bittencourt, quase em frente o Armazém Paraíba. Depois entrei de sociedade com um amigo em uma loja que só vendia bolsas, inclusive o nome da loja era “Casa das Bolsas”. Quando desfiz a sociedade eu já tinha outra loja, em frente a antiga Marinha, que hoje é a Marisa. Depois abri uma loja em Itaituba, onde trabalhei uns cinco anos. Naquela época não tinha energia elétrica, nem água, nem nada e sofri um bocado. Nesse período vendíamos perfume, bolsas e redes para os garimpeiros e às vezes trocávamos até por ouro. O cara trazia o ouro, entregava para gente e fazíamos a venda para ele do produto que ele queria. Tenho dois irmãos, o deputado estadual reeleito Hilton Aguiar e, Nicodemos Aguiar. Tudo o que eu ganhei está aplicado em Santarém, como imóveis e duas lojas. Agora, que entrei para a área política, minha meta é trazer desenvolvimento para Santarém, região Oeste e para todo o estado do Pará.

Jornal O Impacto: Sua mensagem final?

Chapadinha: Quero aproveitar o espaço para desejar à toda população de Santarém, região Oeste e do Pará, um ano de 2015 de muitas realizações, pois se depender de meu trabalho e de minha disposição em vencer, estaremos bem representados em Brasília. Um feliz ano novo para todos vocês!

Por: Sabrine Dalazen (estagiária)

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE