15 de fevereiro de 2015

Estudante de 16 anos é assassinado a facadas em carnaval de Tucurui

 

Uma grande fatalidade foi registrada na madrugada deste domingo (15), próximo ao cruzamento da Rua Lauro Sodré com a Praça do Rotary no centro comercial de Tucuruí, sudeste do estado. Após o término da 2ª noite da micareta do Carnaval de Tucuruí, que se estenderá até a quarta-feira de cinzas, organizado pela Liga de Blocos de Tucuruí - Liblotuc e Prefeitura Municipal. O estudante de apenas 16 anos, Mauricio Pereira Rosa, teve sua vida ceifada prematuramente de forma cruel e traiçoeira, recebendo um golpe fatal de faca, que foi cravada nas costas e que atingiu uma de suas artérias.

É fato que nenhuma ação emergencial foi garantida para a manutenção da vida do adolescente, que em função a gravidade do ferimento, foi a óbito ainda no local. Uma grande quantidade de familiares e amigos se reuniu ao entorno do corpo do estudante, buscando explicações dos motivos que levaram ao seu esfaqueamento que ocasionou a sua morte.




Segundo informações, o jovem estava acompanhando com seus primos, participando dos festejos carnavalescos, desde a noite anterior de sábado, como a micareta dos blocos saiu de sua concentração na Avenida 7 de Setembro, por volta das 2:30 h, o trio elétrico que puxava os brincantes chegou por volta das 4:30 da madrugada deste domingo nas escadarias da Rua Santo Antônio ponto de desmobilização da micareta, foi quando os adolescentes subiram a pés a Rua Lauro Sodré rumo ao centro da cidade, com a intenção de lancharem o conhecido “Rato”.




Foi neste momento, que se ouviu gritos, quando seus amigos e primos se depararam com o estudante Mauricio Rosa no chão, ensanguentado. O desespero tomou conta de todos, que não se atentaram em observar quem cometeu o assassinato, tentando dar assistência e socorro ao adolescente.



O esfaqueamento ocorreu por volta das 5 h, logo após foi acionado a Polícia Militar que isolou o local do crime e aguardou a chegada da equipe do Instituto de Criminalística Renato Chaves e de remoção do IML de Tucuruí. Os peritos fizeram todo o levantamento do local do crime, e a equipe do IML removeu o corpo do estudante para necropsia em sua sede na Vila Permanente.




Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE