20 de abril de 2015

Prefeito se emociona ao falar da morte do pai e do sofrimento da família



Vando nasceu no Ceará e chegou à Transamazônica com um ano de idade. Aos 4 anos, perdeu o pai Foto: Reprodução TV Pioneiros

Erivando Amaral, atual prefeito de Vitória do Xingu, veio de Quixeramubim, no Ceará, com um ano de idade. Ele acompanhou a família (pais e 9 irmãos) que foi trazida num avião da FAB para a Transamazônica e deixada inicialmente na Agrovila João Pezinho, perto de Altamira. Depois de alguns dias, a família foi levada para a Agrovila Leonardo Da Vinci e acabou conseguindo um lote pra trabalhar no município de Pacajá.

Quatro anos depois, Vando perdeu o pai que adoeceu e foi levado para se tratar em Belém, uma vez que não havia estrutura de saúde na região. De lá, ele nunca mais voltou. A família ficou sabendo da morte do pai, 60 dias depois e não teve acesso aos restos mortais. “Foi muito sofrimento. Minha mãe ficou com 12 filhos, o mais novo com 8 meses de idade”, lembra o prefeito.

Ele se emociona ao falar do abandono imposto a eles pelo governo e pelas condições em que perdeu o pai. “Hoje fica um suspense, será que meu pai faleceu mesmo? O que aconteceu com o meu pai? Chegou o atestado de óbito, trazido pela irmã Serafina. Depois a carta de uma enfermeira que disse que ele estava de alta e ficou tão empolgado em poder retornar pra casa, que caiu pra trás e faleceu”, conta Erivando.

Para assistir o vídeo com a entrevista do prefeito de Vitória do Xingu, Erivando Amaral, ao Portal Muiraquitã, clique no ícone da TV Pioneiros, no lado direito da home.



Fonte : Portal Muiraquitã

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE