16 de junho de 2015

Acusados de Matar Homem na Estrada Nova são presos pela policia


 Três elementos que participaram do crime ao centro da foto elemento que confessou ter matado a vitima


Um crime  que aconteceu na noite de Domingo (14) na comunidade de "Estrada Nova" na rodovia Santarém /Curuá-una,  onde vitimou  Elinaldo França do Nascimento, conhecido como "Naldinho"  de 44 anos de idade, foi solucionado pela policia, em uma força tarefa entre as policiais civil e militar a frente o NRI, que conseguiram êxito na operação e colocaram três acusados de matar a vitima.

 Local do Crime dentro da casa da vitima
Depois de mais um caso mito complicado para a policia, onde tiveram que montar um verdadeiro quebra cabeças no sentido de descobrir os autores do crime. Informações da policia foi de que depois que a vitima foi morta os vagabundos ainda roubaram dinheiro e pertences e levaram o carro do mesmo e incendiaram o no Ramal Terra Amarela, na comunidade Jacamim. 


Depois de todos esses fatos sem resposta a policia caiu em campo e conseguiram chegar aos acusados, três elementos foram pegos pela policia. Segundo o chefe de operações da Policia Civil, o investigador Helio Rego, eles observaram que a vitima estava com uma corda no pescoço e com indícios de que teria sido ferido ou por uma faca ou arma de fogo.  
 Vitima foi amarrada e morta friamente com requintes de crueldade

Em seguida munidos de informações a policia conseguiu capturar dois dos elementos que já estavam em uma embarcação que iria seguir viagem para o estado do Amazonas. Cleivicris Willian de Sousa Abreu de 23 anos de idade, ele disse a nossa reportagem que matou a vitima porque a vitima teria tentado abusar sexualmente dele, depois disso ele pegou uma corda para se defender e amarrou no pescoço dele é o enforcou.Informações repassadas pela policia militar dão conta de que o acusado depois de matar pegou uma quantia de dinheiro da vitima juntamente com mais dois comparsas, inclusive um irmão de criação que era professor de capoeira de nome Leandro de Freitas de 25 anos, disse que sua participação no crime foi porque quando ele chegou na casa da vitima o seu irmão já tinha colocado a corda no pescoço da vitima e praticamente morto "quando eu voltei meu irmão mandou eu dirigir o carro, levamos para o ramal e ele ateou fogo no carro que chegou até a queimar o meu braço". Disse, outro elemento que estava no local do crime foi André Cabral Vitor de 34 anos de idade.

 Policiais militares que participaram da ação juntamente com a Policia Civil

Mais uma vez gostaríamos de exaltar a atuação das policias Civil e Militar e principalmente os homens do Serviço Reservado da Policia Militar que não mediram esforços para desvendar o crime e dar uma resposta para a família da vitima e para a sociedade.  

 Carro da vitima que foi queimado e encontrado por populares na Segunda feira

Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS





Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE