19 de junho de 2015

Prefeitura declara guerra e mototaxis reagem

Motociclista não aceitam serem tratados como bandidos pela prefeitura

Hoje(19/06), a Associação dos Motociclistas Autônomos do Tapajós – AMA TAPAJÓS, realizou uma grande assembleia para discutir as ações que serão realizadas para enfrentar o que classifica como verdadeira perseguição que a Prefeitura de Santarém resolveu fazer aos motociclistas, tentando inclusive criminalizar a categoria dos motociclistas autônomos.

Na quarta-feira (17/06), em uma reunião provocada pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), comandada pela Secretaria Heloísa Almeida, e  realizada na sala de audiência do MPE, ficou decidido ações que podem levar a criminalização dos motociclistas que forem enquadrados como “mototaxista clandestino”, com a lavratura de TCO - Termo Circunstanciado de Ocorrência, contra o motociclista, além de apreensão da moto e aplicação de pesadas multas, sem deixar de mencionar as diárias que terão que serem pagas e mais o valor de R$ 130,00(centro e trinta Reais) pagos para o “guincho”.
Vereador Reginaldo Campos e os "Credenciados" foto feita um dia antes da SMT decidir perseguir motociclistas

A atitude da SMT revoltou os motociclistas que vem na atitude uma forma de manobra politica, pois nesta semana o Sindicato que representa a categoria dos concessionários do serviço de mototaxis receberam um “presente” do Presidente da Câmara de Vereadores que concedeu ao sindicato o titulo de “utilidade pública” posando para fotos com os “branquinhos” como são conhecidos os credenciados a desenvolveram o serviço de mototaxis.


Motociclista prometem irem as ruas para defender seus direitos

Um dos meios que foi apresentado na reunião da SMT para incriminar os motociclistas é a lavratura de TCO pela Policia Rodoviária Federal, que firmou pareceria com a SMT e irá intensificar a abordagem aos motociclistas. Segundo informações a presença da PRF já podia ser vista em blitz realizada nesta sexta-feira.

Segundo o advogado da AMA TAPAJÓS, Dr. Hiroito Tabajara, o TCO lavrado pela PRF é ilegal, pois, “O Supremo Tribunal Federal já decidiu no julgamento da ADI n.º 3.614 que a competência para lavrar TCO é da policia judiciaria, sendo portanto ilegal qualquer TCO lavrado pela PRF ou Policia Militar”, esclareceu o advogado.

Dr. Hiroito Tabajara, advogado da AMA TAPAJÓS, garante que TCO lavrado pela PRF é ilegal.
Por outro lado, motociclistas temem que esta seja mais uma forma do Governo arrecadar, uma vez que recentemente uma empresa especializada na guarda de veículos apreendidos se instalou no município. Um motociclista, que preferiu não se identificar, com medo de represálias, disse que “isto é obra desse governo tucano, o governador manda essa empresa para Santarém e o prefeito agora manda prender a gente e nossas motos para poder ganhar nosso dinheiro com diárias e multas, isto não pode acontecer!”, desabafou o motociclista revoltado.

Novas reuniões estão previstas para ocorrem durante a semana
A categoria agora estuda meios de se manifestar contra essa atitude, que eles consideram perseguição, e já planejam as ações que irão realizar para tentar uma resolver a situação. Segundo o presidenta da AMA TAPAJÓS, Nonato Santos, a associação vai dialogar com o poder público para tentar chegar a um acordo e evitar maiores problemas para a categoria e para a própria população.

Enquanto isso os credenciados continuam cobrando preços abusivos da população e o poder publico assiste a tudo calado sem cobrar do Sindicato que respeite a lei que tantos eles querem impor aos outros, nesta questão um motociclista falou que “eles (os credenciados) querem tirar nós das ruas para poderem cobrar até 15 reais por uma corrida, isso é um absurdo, onde esta o prefeito que não vê isso, onde esta o presidente da câmara que não faz nada, a não ser defender que sua Secretaria persiga quem esta trabalhando?”

Alexandre Von: Vem cá motociclista que papai quer dá um abraço, de urso!


Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE