2 de junho de 2015

Traficante preso com droga e pistola em Parauapebas


 


Encontra-se preso em Parauapebas, desde a última quarta-feira (27), Genilson Martins dos Santos, acusado de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. No momento da detenção, a polícia encontrou em poder do acusado 140 gramas de crack e uma pistola 765 com 12 munições intactas.


De acordo com o delegado André Tavares, plantonista da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil em Parauapebas, as denúncias davam conta que o suspeito estaria comercializando entorpecentes no município, utilizando uma motocicleta Honda CG 150 preta com retrovisores cromados para fazer as entregas.


Durante a investigação, os policiais descobriram que o suspeito chegaria à cidade, vindo de Canaã dos Carajás, por volta de 17 horas de quarta e decidiram interceptá-lo ainda na Rodovia PA 160. "Recebemos essa informação por volta de 15 horas e decidimos fazer a abordagem dele ainda na estrada, já que os informantes não declinaram o endereço dele. Imaginamos que poderíamos pegar ele em posse de drogas trazidas de Canaã", informou o delegado.


“Fizemos a abordagem e, ao solicitarmos a documentação, verificamos que era a pessoa que estávamos acompanhando. Fizemos a busca e não localizamos droga com ele”, explica o delegado André Tavares.


Os policiais suspeitaram, no entanto, que o entorpecente poderia estar escondido na casa com a namorada dele, que estava na moto, e por isso ambos foram encaminhados para a delegacia, onde ela foi revistada por uma policial, mas também não foi encontrado nada. “Começamos a conversar com os dois e verificamos que o telefone dele tocava várias vezes e acreditamos que seriam usuários de droga”.


Os investigadores conseguiram, então, localizar duas dessas pessoas e as encaminhou também para a delegacia, onde prestaram depoimento, informando que eram usuários e que o fornecedor seria Genilson. “Dessa maneira comprovamos que ele era traficante e, depois disso, ao questionarmos o endereço dele, ele informou que morava com a namorada e os pais dela no Bairro da Paz”.


A informação, porém, não era totalmente verdadeira e ao ser ouvida separadamente a namorada de Genilson revelou que ele tinha outro endereço. “Duvidamos da informação, interrogamos a namorada e ela confirmou que ele dormia na casa dela, mas tinha outra moradia. Depois disso ele confessou o verdadeiro endereço e fomos ao local, no Bairro da Paz”.
Dentro da casa, uma quitinete, foram encontradas a droga e a pistola com 12 munições intactas. Genilson continua preso à disposição da Justiça. A namorada dele foi liberada. 
 
Fonte : (Vela Preta/Waldyr Silva) Blog do Vela Preta

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE