26 de agosto de 2015

Dejaci Ferreira de Sousa, vulgo smurf acusado de triplo assasinato em Itaituba pode estar no presidio em Goias


Desde o inicio da noite de ontem, Terça feira (26) o movimento de informações de uma suposta prisão do elemento de nome Dejaci Ferreira de Sousa, vulgo "Smurf" acusado de sábado, dia 22 de Fevereiro de 2014 de ter cometido um triplo assassinado na cidade de Itaituba que vitimou advogada e Procuradora do Município de Itaituba, Leda Marta Lucyk dos Santos, sua filha Hanna de 10 anos e a funcionária da Loja Belíssima, Taina Siqueira, foram assassinadas a facadas. A advogada e sua filha Hanna com 4 facadas, e a criança foi morta na própria cama.

Na noite de ontem a movimentação foi grande nos bastidores da Policia Civil de Santarém, onde delegados receberam a informação de que "Smurf" teria sido preso no estado de Tocantins, informações de que ele teria sido preso com o nome de Adenilson Ferreira de Sousa.

Nossa reportagem está acompanhando o caso desde o inicio das especulações, em conversa com o delegado Jardel Guimarães que na época era o superintendente da Policia Civil em Itaituba, ele que passou praticamente a noite toda procurando informações para a confirmação ou não do fato, ele nos informou que até o presente momento nada oficial foi confirmado mais que o suposto elemento está mesmo em um presidio no estado de Goiás e que a possibilidade é imensa de que o preso seja mesmo o acusado do triplo homicídio em Itaituba.

O delegado nos informou que pelo dia de hoje Quarta feira (26) o fato será devidamente esclarecido, a noticia circulou como uma pólvora nas redes sociais, onde parentes das vitimas, estão todos com os nervos a flor da pele para elucidação do fato. A qualquer momento traremos mais informações sobre este fato.

Veja abaixo a matéria na integra sobre o fato lamentável que chocou a população de Itaituba com a fonte do BLOG DO PENINHA


domingo, 23 de fevereiro de 2014
TRIPLO ASSASSINATO ABALA ITAITUBA

O sábado, dia 22, seria igual aos demais em Itaituba, até às 18h: 00m, quando foram encontrados três corpos no interior da Loja Belíssima, na Travessa Victor Campos, no centro da cidade. A Travessa ficou interditada e muitas pessoas queriam entender o que havia ocorrido. A advogada e Procuradora do Município de Itaituba, Leda Marta Lucyk dos Santos, sua filha Hanna de 10 anos e a funcionária da Loja Belíssima, Taina Siqueira, foram assassinadas a facadas. A advogada e sua filha Hanna com 4 facadas, e a criança foi morta na própria cama. A funcionária Taina estava com varias facadas e foi morta no interior da loja, e arrastada para parte de trás da loja.



FATO: Por volta de 08h: 48m, um rapaz de boné, trajando calça Jens, bota e camisa manga cumprida, listrada de preto e branco, conduzindo uma sacola plástica na mão, caminhava normalmente pela calçada da Travessa Vitor Campos, sentido Avenida Hugo de Mendonça/Nova de Sant ‘Ana e quando chegou em frente a boutique Belíssima, bateu na porta de vidro, como quem quisesse comprar algo e quando a advogada Leda abriu a porta o assassino adentrou, ficando um bom tempo no interior da boutique sem nada ser percebido pelos vizinhos da loja. Já por volta das 09h: 08m a funcionária da boutique chegou, com sua chave abriu a porta e entrou na loja, sem que nada fosse desconfiado do que já havia ocorrido no interior do comércio e no fundo, onde havia um apartamento que a advogada Leda e sua filha Hanna moravam. Por volta das 09h: 26m, o rapaz saiu, fechando a porta pelo lado de fora, já sem boné e vestindo uma camisa de cor branca de manga curta. Tudo registrado pelo sistema de filmagem de uma loja ao lado
Por volta das 18h: 00m, parentes da funcionária da Loja, se mostraram preocupados com a mesma, pois não aparecera para almoçar. Ligaram varias vezes para o celular e não atendia. Preocupados, se deslocaram até a boutique e ao chegarem ao comércio perceberam que a porta estava fechada. Pela porta de vidro viram no interior da loja manchas de sangue no chão, foi quando chamaram a policia e o corpo de bombeiro. Imediatamente chamaram um chaveiro que abriu o comércio e ao entrarem viram os corpos da advogada estirado no chão da parte de trás do comércio, o corpo da menor estirado na cama e o corpo da funcionária estirado no corredor, entre a loja e o apartamento aos fundos do comércio. Todos os corpos com varias facadas. Ai começou o corre-corre e muitas pessoas fizeram vigília em frente ao comércio da advogada. Foi acionado o Instituto Médico Legal, para remover os corpos, e imediatamente a policia se deslocou até o apartamento do ex-marido, Altair Santos, que também é advogado, e que mora em um apartamento do Edifício BALBY, na Avenida Manfredo Barata (Nova Avenida), Bairro Boa Esperança. Quando a policia chegou, o advogado estava na frente do prédio chorando bastante e foi conduzido para seu apartamento para já ser interrogado. Depois de alguns minutos, o advogado Altair foi levado para a delegacia de policia para prestar depoimento, visto que ele é o principal suspeito de mandar matar a ex-esposa Leda dos Santos, da qual estava separado. Existem informações que o mesmo a ameaçou várias vezes, conforme mensagens salvas no celular da procuradora e um dossiê, que a advogada elaborou contra o ex-marido, e que está em poder de uma amiga da vítima.
HISTÓRICO DO CRIME
O triplo assassinato está sendo investigado pela policia, que levanta varias hipóteses. A primeira delas conforme as filmagens, o homem que aparece e que entrou na loja é o assassino, e deixa claro que não foi o advogado Altair, ex-marido de Leda que praticou o crime, pois o homem que aparece nas imagens é de cor clara, magro, e aparenta ter em torno de 30 anos. Há a hipótese de que possa ser alguém que tivesse um relacionamento mal resolvido com a funcionária da loja, o qual praticou este triplo assassinato. A outra hipótese, é que o autor do crime possa ter sido contratado pelo advogado Altair para matar a esposa e lá matou também a filha e a funcionária da loja, que chegou na hora e para não ter testemunha a executou.


O CRIME ABALOU ITAITUBA
A população está perplexa com o triplo assassinato, pois a advogada Leda Marta Lucyk dos Santos é querida pelos colegas de profissão e de trabalho. A advogada é concursada do município de Itaituba desde 1998, quando foi realizado o primeiro concurso público do município. É paranaense e além de desempenhar o cargo de Procuradora do Município, era dona da Boutique Belíssima. Já o ex-marido, Altair dos Santos, que foi militar do 53º Bis, trabalha como advogado, com escritório da Avenida Haroldo Veloso, onde também a advogada Leda prestava serviço. Estavam separados há um ano, mas o advogado Altair não aceitava a separação. Da união, eles tinham a filha de 10 anos, que também foi assassinada cruelmente com quatro facadas no peito. Os corpos da Advogada Leda e da filha foram levados na manhã deste domingo para a cidade onde seus familiares moram, no Estado do Paraná. Já o advogado Altair, ficou em Itaituba, onde está sendo investigado.
FACA DO CRIME
A Policia continua a procurar imagens gravadas nos circuitos dos comércios na redondeza do local do crime para melhor identificar o criminoso. A faca usada para a pratica do triplo assassinato foi encontrada dentro da lixeira da Loja da Confecções Celma. Trata-se de um faca de aproximadamente 20 centímetros, com cabo de madeira. A policia encaminhou a mesma para pericia no IML. A policia acredita, que o assassino, saiu do local do crime com a faca na cintura e ao chegar nas proximidades da Confecções Celma, na esquina da Praça do Congresso, tenha se livrado da arma. Também a policia está investigando para saber se o criminoso apanhou um mototaxista para sair da região do crime ou alguém tenha lhe dado apoio na execução da missão.

Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS 

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE