5 de agosto de 2015

Ex presidiario acusado de Homicidio toma tiro em plena luz do dia nas proximidades da rodoviaria



Em plena luz do dia um homem de nome Francisco Ericleiton Santos Sousa, mais conhecido como "Cleiton" levou três tiros na Avenida Magalhães Barata em Santarém, nas proximidades da rodoviária. Informações dão conta de que a vitima tomou três tiros, os acusados estavam em uma moto e chegaram próximos a ele já atirando. 

Depois disso pessoas que estavam no local levaram a vitima por meios próprios até o PSM, enquanto os acusados saíram em disparada em rumo ignorado.  Nossa equipe de reportagem depois conseguiu informações de que a vitima que mora na comunidade de Cipoal, responde pela acusação de crime de homicídio, uma fonte segura nos informou que  ele matou um cara trabalhador praticamente no mesmo local onde ele foi alvejado, teria matado a vitima para roubar.

As ultimas informações dão conta de que dois dos disparos acertaram o pulmão da vitima, ele está na sala de reanimação do PSM.

Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS


VEJA ABAIXO A PRISÃO DE CLEITON 




POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE HOMICÍDIO



Uma equipe de policiais militares do 3º BPM de Santarém/PA, prendeu em flagrante na manhã de hoje, 16, o cidadão Francisco Ericleiton Santos Sousa, vulgo ‘Clei’, 25 anos, residente na Rua Girassol, nº. 14, bairro esperança, em Santarém. Ele é acusado de ter assassinado com facadas a vítima Marlisson Antonio Santos de Nazaré, 31 anos.


O crime, ainda investigado pela polícia como homicídio (pode ter sido latrocínio) ocorreu por volta de 00:30 horas do último dia 12, sábado, na Avenida Magalhães Barata, às proximidades da Avenida Quixadá, bairro esperança, em Santarém, quando a vítima retornava para sua casa e foi abordada pelo acusado, que teria tentado lhe ‘assaltar’ com uma faca peixeira e acabou por matar-lhe.


Após o crime, o acusado se escondeu no bairro esperança, e na manhã seguinte fugiu para a comunidade Cipoal, onde ficou escondido até a manhã de hoje, quando foi preso.


Logo no amanhecer do dia do crime, os policiais já sabiam que tinha sido ‘Clei’ o autor do crime e passaram a empreender diligências ininterruptas para prendê-lo, mas por duas vezes conseguiu livrar-se dos ‘homens da lei’ embrenhando-se nas matas da comunidade Cipoal, onde tem casa de parentes, mas as diligências naquele local persistiram até sua prisão.


Depois de preso, ‘Clei’ ainda chegou a negar a autoria do crime, mas depois de um minucioso interrogatório feito pelo Delegado Luiz Paixão, pensou, pensou e repensou, e depoi veio a confessar o assassinato, alegando que estava muito drogado.


Após os procedimentos legais do flagrante, ‘Clei’ foi transferido para a ‘Penitenciária de Cucurunã’.





Fonte : http://hitamarsantos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE