23 de setembro de 2015

Acusado de estupro é preso e sofre violência na cadeia


 



Venilson Santos de Sousa, 27 anos, foi hostilizado na carceragem municipal de Parauapebas, onde se encontra preso desde o último sábado (12). Como na "lei dos bandidos" crimes de estupros não são tolerados, Venilson foi agredido por detentos de outras celas, sofreu vários hematomas, mordida pelo corpo, teve o cabelo cortado e as roupas rasgadas.


O preso é acusado de ter cometido vários estupros, entre estes, contra uma menina de apenas 11 anos idade. Segundo a polícia, 10 vítimas já o reconheceram, mas ele nega os crimes e diz que é apenas assaltante. Como corre risco de morte, Venilson ficou de ser transferido para um presídio em Belém.


De acordo com Adalberto Moreira Barbosa de Sousa, diretor da carceragem, mesmo ele tendo sido colocado em uma cela destinada a detentos acusados de estupros, violência contra mulher e outros crimes que não são tolerados pelos bandidos, Venilson acabou sendo agredido.


"Ouvimos gritos e imediatamente fomos ver o que era. Ao chegar à cela, vimos que ele estava sendo agredido e o tiramos de lá. No linguajar dos presos, eles chamam esses acusados de brinde", ressalta o diretor, informando que a transferência do detendo havia sido autorizada nesta sexta-feira (18) pela Justiça. 

Fonte : (Vela Preta/Waldyr Silva)

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE