25 de maio de 2016

Moradora de Fordlândia procura reportagem e denuncia inercia da ação social de Aveiro


Uma moradora da vila de Fordlândia procurou a Redação do Grupo Elias Junior Noticias nesta manhã de Quarta feira (25) para denunciar a ineficiência da Secretaria de Ação Social do Município de Aveiro.  

Nayane Bonifácio dos Santos, destilou toda a sua indignação contra  a Ação Social do Município de Aveiro que ela classificou como inoperante. Segundo ela a um mês e dez dias ela se deslocou até a cidade de Aveiro para procurar a Ação Social a respeito de uma família que está vivendo na trasfordlândia em condições sub humanas e que está precisando em caráter de urgência de uma atenção do poder publico municipal através da Secretaria. 

Segundo Nayane ela visitou na ocasião a câmara municipal de Aveiro "Eu fui lá na Terça feira para falar com o prefeito e com os vereadores por sinal o prefeito não estava e ainda fui muito mau atendida pelo vereador "preto do Satiro", muito ignorante e mal educado para comigo". Disse, ela acrescentou que ela está "brigando" para conseguir uma ajuda para uma família que é esta abaixo da linha da pobreza, crianças fora da escola, não tem Bolça Família entre as crianças uma tem problemas de nescidades especiais." A pessoa mais adequada para agente buscar ajuda para essa família seria o prefeito através dessa secretaria, eu conversei com o vereador Antonio Paulo atual presidente da câmara, ele que me deu todo apoio e me tratou como gente, ele me levou para fazer o cadastro do Bolça Familia, na assistência social eles me afirmaram que em no máximo uma semana eles iriam falar com o Fuzica prefeito e fazer uma visita In Loco até Fordlândia e visitar a família em questão, mais até o presente momento, precisamente a 40 dias ninguém da secretaria foi até o local." Finalizou.

Interrogada qual seria o tipo de ajuda que ela estaria solicitando para o poder publico ela falou que a ajuda seria para que a família pudesse fazer um barraco, uma casa para morar " Não queremos que o prefeito banque a família e sim que a assistência social possa dar uma ajuda a família que isso é dever e obrigação do poder publico". 

Sem papas na língua a denunciante  disse que isso é obrigação sim do poder publico, fazer o minimo de esforços para ajudar uma família que estava abaixo da linha da pobreza, ela ainda acrescentou que o trabalho da ação da Ação Social em Fordlândia que é coordenada pela esposa do prefeito deixa a desejar e que a secretaria é ineficiente no município.  Para finalizar ela ainda disse que foi matricular as crianças em uma escola de Fodlândia e que não conseguiu por causa da burocracia imposta pela escola. 

Fonte : Elias Junior Noticias 





Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE