13 de junho de 2016

Belterra, Terra Santa e Aveiro ganharam nota zero em transparência segundo classificação do MPF




Belterra, Terra Santa e Aveiro ganharam nota zero em transparência

Terra Santa, milhões de recursos de royalties e com transparência zero

O MPF (Ministério Público Federal) divulgou hoje, 8, a classificação do novo ranking nacional da transparência de estados e municípios brasileiros.

O ranking é iniciativa do Câmara de Combate à Corrupção do MPF.

No Pará, Abaetetuba foi o único município a ter portal da transparência avaliado em 10 pontos, a nota máxima. Belém e Baião são os dois entes federativos com as segunda e terceira melhores notas do ranking: 9,7 e 9,6 pontos, respectivamente.


Na outra ponta, há 26 municípios que receberam nota zero em transparência. 3 deles são do oeste do Pará, entre os quais Terra Santa, que recebeu apenas nos dois primeiros meses deste ano da União R$ 2,2 milhões em royalties pela extração de bauxita.

Abaixo, ranking dos 10 piores em transparência do oeste do Pará.

Belterra
Nota: Zero
Prefeito: Dilma Serrão

Terra Santa
Nota: Zero
Prefeito: Marcílio Picanço

Aveiro
Nota – Zero
Prefeito: Olinaldo Barbosa, o Fuzica

Porto de Moz
Nota: 0,4
Prefeito: Edilson Cardoso

Faro
Nota: 0,6
Prefeito: Marinete Machado

Uruará
Nota: 0,8
Prefeito: Everton Moreira

Alenquer
Nota: 1,2
Prefeito: Flávio Marreiro

Monte Alegre
Nota: 1,3
Prefeito: Arinos Brito

Vitória do Xingu
Nota: 1,5
Prefeito: Vando Amaral

Juruti
Nota: 1,7
Prefeito: Marquinho Dolzane

Fonte MPF 
 
 

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE