3 de agosto de 2016

ROUBOS AUMENTAM QUASE 80% NO PERÍODO DE UM ANO EM ALTAMIRA





O número de roubos aumentou quase 80% no período de um ano em Altamira, no sudoeste do Pará. De acordo com a Polícia Civil, em junho de 2015, foram registradas127 ocorrências. Já em junho de 2016, foram 227 ocorrências. Em nota, a Polícia Militar informou que conta com cinco guarnições operacionais em viaturas, uma viatura do grupo tático operacional e motopratulhamento. O trabalho na cidade tem ainda o reforço de 17 policiais do comando de missões especiais.

O medo vivido pelos moradores do município reflete o número de ocorrências. As mulheres estão entre os principais alvos dos assaltantes. As vítimas são abordadas principalmente quando estão em motocicletas e carregando bolsas.

“Eu só senti um puxão na minha bolsa, puxando a alça e empurrando a moto. Aí foi quando eu caí, me machuquei toda e ainda vi ele olhando pra mim para ver o que ele fez”, diz uma mulher que prefere não se identificar.

Um homem que também prefere não se identificar conta que está indignado com o que ocorreu com o filho dele no último final de semana. O jovem levou três tiros durante um assalto em frente à casa onde mora.

“Ele estava na frente de casa conversando com amigos. Aí dois caras pararam em uma moto sem placa. Aí eles pegaram a arma e foram direto nele”, explica o pai do jovem.

Os lojistas também estão preocupados com a insegurança que atinge o comércio de Altamira. A loja de um empresário, que prefere não se identificar, foi assaltada há um mês no centro da cidade. “Tinham em média mil reais na minha carteira e eles levaram. Eles estavam muito calmos”, diz o empresário.

Os assaltos não estão concentrados apenas no comércio de Altamira. Há registros de roubos em vários pontos da cidade.

Monitoramento
Há seis meses, 50 câmeras fazem o monitoramento 24h de pontos estratégicos da cidade. Segundo o gerente do Núcleo Integrado de Operações (NIOP), a implantação do sistema facilitou o trabalho da Polícia Militar, que tem conseguido prender em flagrante os assaltantes.

“Já foram realizados 58 flagrantes e em todos eles a polícia teve êxito”, diz o sargento do NIOP, Gerson Souza.

No bairro Airton Sena I, os moradores evitam sair de casa. “O povo vive amedrontado e as pessoas não tem mais a liberdade de passear”, diz um morador.

Fonte: G1 Pará

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE