1 de novembro de 2016

POLÍCIA CIVIL DE RURÓPOLIS TRANSFERE ACUSADO DE CRIME DE FALSIFICAÇÃO DE DINHEIRO PARA O PRESÍDIO DE ITAITUBA


A Polícia Civil de Rurópolis, sob o comando do delegado Ariosnaldo Vital Filho, no final da tarde de terça feira (01) transferiu para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba, o elemento de nome Emanoel Resendes da Silva, 30 anos de idade, ele que é oriundo da cidade de Marabá, ele é acusado do crime falsificar e fazer circular dinheiro falso nos comércios da BR 230 (Transamazônica).

Segundo nossas fontes o acusado vitimou dois comerciantes da comunidade do Petezinho (Rurópolis) e Ouro Verde (Placas), no final do mês de outubro, quando os comerciantes receberam o valor de R$ 100,00 (cem) reais cada durante a compra de alimentos por Emanoel e como troco eles o entregavam cédulas de reais verdadeiras, na ocasião Policiais Militares do GTO, que estão na cidade, foram acionados e prenderam em flagrante delito o nacional logo após o ato.

Segundo a policia, em poder de Emanoel foram encontrados R$ 3.395,00 reais divididos em cédulas  de cinquenta, vinte, dez, cinco e dois reais que foram apreendidas e apresentadas no Centro de Perícias Científicas para constatação e Autenticidades. 

Em seu depoimento o acusado confessou para a policia que estava repassando as notas falsas de R$ 100,00 reais e que veio do município de Marabá e estava somente de passagem pela cidade de Rurópolis até ser abordado pela polícia militar.

 Dinheiro falço que estava circulando na região da Transamazônica 

De acordo com o delegado, o autor do fato foi enquadrado nos rigores do Art. 289, § 1º do CPB, que dispõe: “Falsificar, fabricando-a ou alterando-a, moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país ou no estrangeiro: Pena - reclusão, de três a doze anos, e multa e que nas mesmas penas incorre quem, por conta própria ou alheia, importa ou exporta, adquire, vende, troca, cede, empresta, guarda ou introduz na circulação moeda falsa”.

O flagrante foi lavrado pelo delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis. Após autorização do juiz de Direito da Comarca do município, o preso foi transferido pelos policiais civis, Investigadores, Marcos Aldrin e Antonio para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba e está recolhido à disposição da justiça.

Fonte : Elias Junior Noticias / Com Informações Policia Civil de Rurópolis 

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE