28 de dezembro de 2016

Duas execuções e uma tentativa de homicídio em Parauapebas


As duas vítimas fatais são Claudenir Pereira de Morais, 24 anos, natural de São Luís (MA); e Renildo Leotonio de Oliveira, 44 anos, natural de Maiquinique (BA), enquanto que Jairo Benjamim Feitosa foi vítima de tentativa de homicídio.


Conforme apurou a reportagem junto à polícia, Claudenir Pereira foi assassinado a facada por um homem conhecido por “Marquinho da Primavera” no domingo (25), na Rua São Paulo, Bairro Primavera.


A vítima ainda teria corrido e tentado entrar em uma residência para pegar um pedaço de madeira para se defender, mas foi alcançada, golpeada várias vezes e morreu no local.


De acordo com o delegado José Euclides de Aquino, “Marquinho da Primavera” é um criminoso de alta periculosidade e está sendo procurado pela polícia.

O motivo do crime teria sido dívida de droga. Marquinho teria mandado Claudenir comprar droga, mas este não teria entregado o produto para ele e nem devolvido o dinheiro. A polícia está investigando esta informação.

Já Renildo Leotonio foi assassinado pelo próprio filho, Francinildo Oliveira, na madrugada do último sábado (24) na Vila Paulo Fonteles, zona rural de Parauapebas, com uma facada no pescoço, enquanto ele dormia.

A polícia levantou no local que pai e filho estavam consumindo bebida alcoólica. Em dado momento, os dois se desentenderam e passaram a discutir. Ao chegar em casa, por volta de 1 hora, o pai, embriagado, foi dormir e Francinildo aproveitou a situação: pegou uma faca e cortou a garganta dele, que veio a óbito ainda no local.

Após o crime, o acusado fugiu e até esta segunda-feira (26) ainda não havia sido localizado e preso. Ele vai responder por homicídio qualificado, sem chance de defesa à vítima, com o agravante de ter matado o próprio pai.

Tentativa de homicídio
Jairo Feitosa foi ferido com golpe de faca por Vambasther da Cruz de Lima, após uma discussão, e levado para o Hospital Geral de Parauapebas, onde permanece internado. A tentativa de homicídio aconteceu por volta das 8h30 do último domingo (25), na Rua Brasília, Bairro Liberdade I.

Segundo o delegado José Aquino, Vambasther Lima já tem passagem pela polícia, enquadrado na Lei Maria Penha, e agora vai responder por tentativa de homicídio.

Em depoimento à polícia, o acusado contou que esfaqueou Jairo Feitosa para se defender, porque ele o teria acertado com um pedaço de pau, após os dois terem discutido por conta de uma ida a um banho que tinham combinado. 

Fonte : Blog do Vela Preta (Vela Preta/Waldyr Silva)

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE