20 de agosto de 2017

Nota ASMEOP



A Associação dos Militares Estaduais do Oeste do Pará- ASMEOP neste momento, cumprindo seu papel de fielmente defender os policiais militares do Estado do Pará tem a expor o seguinte: de início, muito prematuro um juízo de valor a respeito da conduta dos policiais militares que intervieram na ocorrência exaustivamente veiculada nos meios de comunicação e que ocorreu em Alter do Chão. Ao que tudo indica, todas as opiniões basearan-se em um vídeo de poucos segundos e que não retratam fielmente a verdade dos fatos. Esta entidade se reserva o direito de sempre se colocar ao lado do militar, tendo em vista que até o presente momento nada se sabe sobre o que realmente aconteceu. Crucificar a GU neste momento é ato que viola o direto ao


contraditório e ampla defesa. Até que se revele a verdade do que ocorreu todo julgamento é precipitado. A Asmeop se colocará a disposição dos militares sempre posto que a Lei Maior garante a defesa de todos. Nestes tempos de intensa violência no Brasil as manchetes não englobam as centenas de PMs mortos este ano no país. É um silêncio que só quem verte farda e familiares conhecem.

Diretoria Administrativa

Setor Jurídico da ASMEOP

Sargento Alexandre/ Presidente

Fonte : Grupo Elias Junior Notícias

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE