25 de setembro de 2017

Itaituba: Índios Mundurukú mantêm administrador da Funai preso em escritório e exigem exoneração


"Fuzica" está impedido de sair do escritório
Os índios da etnia Mundurukú continuam mantendo preso o administrador do escritório regional da Fundação Nacional do Índio (Funai), Olinaldo Barbosa, o “Fuzica”, ex-prefeito de Aveiro, que foi nomeado no último dia 21 (Setembro) como novo administrador. “Fuzica” foi preso pelos indígenas na manhã desta segunda-feira (25) no momento em que chegou ao escritório para assumir o cargo. Ele permanece impedido de sair do próprio escritório. Segundo a liderança indígena Alessandra Korap, os índios vão manter o administrador preso até que o presidente da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas, publique revogue a portaria de nomeação ou publique uma nova portaria exonerando Olinaldo Barbosa do cargo.


Para os indígenas, Olinaldo cometeu muitas falhas enquanto prefeito 

“Nós sabemos dele como prefeito de Aveiro; não pagou funcionários e cometeu várias falhas. Nós precisamos na Funai de pessoas competentes. Além disso, a Presidência da Funai tem que ouvir as lideranças e saber qual é a nossa opinião”, resumiu Alessandra Korap. "Ele vai continuar aí (no escritório) até ser exonerado", concluiu.

FONTE: Mauro Torres

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE