6 de dezembro de 2017

DOIS CUSTODIADOS DE JUSTIÇA SÃO TRANSFERIDOS PARA O PRESÍDIO DE ITAITUBA





A Polícia Civil e Militar transferiu, no início da tarde de hoje, da UIPP de Rurópolis para o presídio do Centro de Recuperação Regional de Itaituba, por determinação judicial, os nacionais GEOVANE DA SILVA MOREIRA, tratorista, nascido em Rurópolis/PA., 23 anos, residente no travessão do Sonrisal - KM 7, Zona Rural, Rurópolis/PA e JOERLISSON NASCIMENTO DE OLIVEIRA, vulgo “PLACAS”, natural de Uruará/PA, 18 anos, serviço gerais, residente bairro Bom Jardim, município de Rurópolis.


Segundo informações, policiais civis, sob o comando do delegado Ariosnaldo Vital Filho, ambos foram presos por policiais da 17ª CIPM, neste final de semana logo após cometerem crimes graves na cidade de Rurópolis. Sendo estes um distinto do outro, GEOVANE DA SILVA MOREIRA, tratorista, nascido em Rurópolis/PA., 23 anos, residente no travessão do Sonrisal - KM 7, Zona Rural, Rurópolis/PA, logo após ter desferido várias terçadadas atingindo partes do corpo da vítima, esta identificada como ADAILSON DOS SANTOS PEREIRA, natural de Alenquer/PA, braçal, 30 anos, residente no bairro do Bom Jardim, Município de Rurópolis/Pa. A vítima foi encaminhada para o hospital municipal para atendimento de emergência apresentando vários cortes no corpo, principalmente, nas costas e braços, já o autor do fato tentou fugir pulando cercas e muros de residências vizinhas ao bar, mas foi preso pela polícia militar, sob o comando do Sargento Francinaldo Castro que empreendeu diligências até a sua captura.

Já JOERLISSON NASCIMENTO DE OLIVEIRA, vulgo “PLACAS”, natural de Uruará/PA, 18 anos, serviço gerais, residente bairro Bom Jardim, município de Rurópolis, por prática de crime de roubo com emprego de arma de fogo, fato este ocorrido na madrugada de 02/12/2017, por volta 00h10min, onde foi vítima o nacional EDSON CRUZ DE OLIVEIRA e sua companheira DINA SARMENTO. As vítimas foram socorridas e levadas por policiais militares até o hospital para o pronto atendimento de emergência, após terem levado coronhadas na cabeça dada pelo criminoso. Segundo relatos do Sr., Edson a sua companheira que estava na garupa teve seu celular roubado após ser agredida com um soco nas costas. Inúmeras diligências foram deflagradas durante a madrugada desde o momento em que ocorreu o crime e até se obter a informação de que o assaltante teria sido visto na cidade na manhã seguinte pilotando a motocicleta pela BR 230, quando policiais militares intensificaram as rondas e realizaram com sucesso a prisão do mesmo. A arma do crime não foi encontrada e nem informada o seu paradeiro pelo autor do fato.



Fatos estes que trouxeram impactos aos munícipes neste final de semana na cidade de Rurópolis, e em razão disso e de sua gravidade para garantia da ordem pública e segura aplicação da lei, a prisão flagrante de ambos foi convertida em prisão preventiva, sendo assim os autores dos referidos fatos, ou seja, Lesão Corporal Grave e Roubo Qualificado com emprego de arma de fogo devem permanecer presos no Presídio de Itaituba aguardando julgamento.

A escolta até o presídio de Itaituba foi imediata, em razão da gravidade do crime, feita pelo policial civil Marcos Aldrin e Militares Roberto Lages e Antônio Sousa, sob a supervisão do Major Márcio Abud.

O delegado contou que a atuação policial está cada vez mais dinâmica, uma vez que há uma forte integração entre os Órgãos de Segurança Pública do Município, Ministério Público local e Poder Judiciário. A polícia informou que outras ações para coibir crimes contra a vida ainda serão deflagradas e tomadas as medidas necessárias para levar seus autores a cadeia, cujas investigações estão em andamento e em segredo de justiça e tão logo desvendadas as suas autorias, estas serão informadas. Certamente, até final do ano outras conduções aos centros de recuperações do Estado ainda serão realizadas.

Fonte  : Grupo Elias Junior Notícias/ Polícia Civil de Rurópolis

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE