8 de dezembro de 2017

POLÍCIA CIVIL E MILITAR DE RURÓPOLIS INCINERA ENTOPECENTES APREENDIDOS DURANTE OPERAÇÕES POLICIAIS INTEGRADAS NO MÊS DE NOVEMBRO



A Polícia Civil, sob o comando do delegado Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, realizou no final da tarde desta quinta-feira, 07/11/2017, por volta das 17hs, juntamente com sua equipe policial e servidores da Secretaria de Saúde do Município, a incineração de 7 (sete) tabletes com peso total de 345 gramas de “CANNABIS SATIVA”, ou seja, MACONHA, em um alto forno da Cerâmica Caiuá, localizada na Rodovia Transamazônica, s/nº, Bairro Aeroporto, por dispor de fornalha adequada a queima dos entorpecentes. As drogas foram apreendias durante as operações policiais realizadas de forma integrada junto a Polícia Militar da 17ª CIPM no mês de Novembro de 2017, sob o comando do Major Márcio Abud, na cidade de Rurópolis.

Lembrando que atuação policial que gerou esse procedimento ocorreu no início de Novembro de 2017, quando Policiais militares prenderam na via pública, o nacional WELLINGTON DA SILVA TEIXEIRA, vulgo “GRANDE”, brasileiro, solteiro, sem ocupação, cor parda, alfabetizado, com ensino fundamental incompleto, nascido em Zé Doca/MA, na data de 16/08/1981, não apresentando no momento documento de identidade, não possui religião, filho de Carlos Alberto Teixeira e Raimunda da Silva Teixeira, sem residência fixa neste município, que estava pilotando uma motocicleta em atitude suspeita por volta das 1h40min, da madrugada de 09/11/2017 e empreendeu fuga assim que viu a polícia, fugindo da abordagem, mas que tão logo foi capturado nas em razão das diligências. Na delegacia de polícia civil foi preso e autuado em flagrante delito por prática de crime capitulado no Artigo 33, caput da Lei 11.340/2006 (Tráfico de Drogas), onde figura como vítima o ESTADO e a SOCIEDADE.

Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, a prisão em flagrante delito foi convertida em prisão preventiva por determinação do Poder Judiciário local, e para garantir a ordem pública e a segura aplicação legal, foi determinada a imediata transferência de Wellington Teixeira para o presídio de Itaituba, onde o referido está a disposição da justiça.

Durante o transcurso do prazo do inquérito policial, todo o material apreendido foi submetido a apreciação do Centro de Perícias Científico Renato Chaves de Santarém para Exame Pericial de Constatação e confecção de laudo definitivo, e após autorização do poder Judiciário o entorpecente foi destruído.

Segundo o delegado, ainda outras quantidades menores de entorpecentes, bem como seus frascos de armazenamento também apreendidos com usuários de drogas, utilizados para fazer cigarros, que ensejaram termos circunstanciados de ocorrências foram destruídos neste ato de incineração.

Ainda segundo informações da polícia, para o ato de incineração, foram observadas rigorosamente as normas previstas na Lei nº 11.343/2006 e suas alterações, inclusive, quanto à vistoria do local antes e depois de efetivada a destruição das drogas, sendo lavrado Auto Circunstanciado pelo delegado de polícia junto ao escrivão de seu cargo Ronivaldo da Silva Colares, certificando-se neste a destruição total delas na presença de testemunhas. O evento foi realizado pela quinta vez na cidade de Rurópolis e contou com a participação efetiva do Major Márcio Abud, Soldado Jhonilson Fonseca, Investigador da Polícia Civil Marcos Aldrin, do representante da Vigilância Sanitária local, Sr., Sérgio Renato de Sousa, da Sra., Iris Gerhardt, agentes administrativos da UIP de Rurópolis, além da presença de funcionários da cerâmica e de populares.

“Parabenizo e agradeço toda equipe da polícia civil, policiais militares da 17ª CIPM, representantes da Secretaria de Saúde e populares que se fizeram presente no ato, estes cada vez mais participativos nos trabalhos de segurança pública em prol da sociedade”. Finalizou o delegado.

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE