13 de dezembro de 2017

POLÍCIA CIVIL E MILITAR TRANSFEREM PRESOS DE JUSTIÇA PARA O PRESÍDIO DE RURÓPOLIS ENVOLVIDOS EM ROUBOS NA BR 230.



As Polícias Civil e Militar, em ação conjunta, transferiram, nesta terça-feira, 12, da Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Rurópolis para o presídio de Itaituba, no oeste do Estado, os presos Walison Gonçalves Pereira, de 21 anos, e José Nilson Barbosa Santiago, 31 anos, acusados de praticar assaltos. Os dois foram presos no sábado passado durante a operação policial. Um adolescente, de 16 anos, foi apreendido em companhia dos acusados. As prisões foram efetuadas pela equipe da 17ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sob o comando do major Márcio Abud, no município de Rurópolis. Os presos foram autuados pelos crimes pelo delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da UIPP do município. O major Márcio Abud informou que duas vítimas procuraram a Polícia Militar para denunciar os assaltos.

De acordo com os relatos das vítimas, Walison Gonçalves e José Santiago estavam em uma moto e portavam um revólver para praticar os crimes. "Os acusados invadiram as residências das vítimas, roubaram pertences e levaram as motos das vítimas", explica o delegado. Após o crime, os policiais iniciaram diligências na região até conseguirem localizar três suspeitos na rodovia Transamazônica (BR 230). Um deles conseguiu fugir na ocasião com a arma do crime e o telefone celular de uma das vítimas. Com os outros dois acusados, foram recuperadas as duas motocicletas roubadas, diversos objetos pessoais das vítimas, joias, uma máquina fotográfica e a quantia de 5 reais. Com o adolescente, a equipe policial recuperou uma motocicleta, uma bolsa feminina com múltiplos objetos pessoais, três cartões bancários e diversos documentos.

Os acusados e o adolescente foram encaminhados à Unidade Policial e apresentados ao delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho. De acordo com o delegado, durante as investigações, os agentes conseguiram fotos e vídeos dos acusados exibindo a arma do crime e os pertences roubados. "Nas fotos e vídeos, José Santiago ostentava os objetos roubados. Inclusive, em uma das fotos, ele posava com a arma do crime", relatou. Walison Gonçalves e José Santiago irão responder por roubo qualificado, associação criminosa e corrupção de menores. O adolescente irá responder por seu ato infracional, de acordo com os termos do Estatuto da Criança e do Adolescente. O delegado Ariosnaldo Vital Filho informou que a Polícia Civil continuará com as investigações para identificar e localizar o outro suspeito que conseguiu fugir e apurar se os acusados estão envolvidos em outros roubos de veículos, ocorridos no final do mês de novembro.

As escoltas dos custodiados foram feitas pelo investigador de polícia civil Antônio Lira, e pelos policiais militares Cabo Sousa e Soldado Marlon.

Fonte : ELIAS JUNIOR NOTICIAS

Nenhum comentário:

CONFIRA ABAIXO NOTÍCIAS QUE FORAM DESTAQUE